Eu me flagrei pensando em você 

Hoje eu me flagrei pensando em você, e ontem também. E anteontem. E eu sei que amanhã irei me flagrar pensando em você também. Mais uma vez. A verdade é que pensar em você tem se tornado uma rotina desde que você surgiu sorrindo em minha direção naquele dia no parque.

Anseio pelo dia em que você não estará mais dominando os meus pensamentos, porque, sinceramente, está sendo difícil de tirar você da minha cabeça. Está sendo difícil de apagar o seu olhar gentil e a sua doce voz da minha memória. Está sendo difícil ignorar todo este sentimento que floresceu e não foi correspondido. Está sendo difícil esquecer o seu sorriso, já que o encontro sempre pelos corredores. Está sendo difícil esquecer o seu perfume, já que tem me abraçado frequentemente. Está sendo difícil esquecer o seu beijo em minha testa, quando na verdade eu não me importaria de recebê-lo sempre. 

Eu não sabia que era tão difícil esquecer alguém mesmo quando não aconteceu nada entre a gente. Acredito que o fato de não ter rolado nada que martela em minha cabeça, trazendo consigo o tão sonhador e frustador “e se”… E se tivesse acontecido algo, nem que fosse apenas um abraço um pouco mais longo ou talvez um beijo que não fosse na testa? E se as conversas tivessem sido mais profundas e mais claras, transparecendo a real intenção de ambos? E se…

A questão é que quando o “e se” aparece em sua vida, das duas, uma: ou você se arrepende de algo que não fez, ou você sonha com algo que, infelizmente, não era para acontecer, pelo menos não por agora.

Eu só queria que soubesse que você causa um impacto nas pessoas. Dez minutos de conversa são suficientes para que alguém se encante por você. É o seu jeito de falar, de se expressar, de ouvir atenciosamente. É a forma que você olha o mundo e aconselha as pessoas. É este seu sorriso tímido e o seu olhar que parece decifrar todos os segredos por detrás do glóbulo ocular. É simplesmente por você ser você, em pura essência.

Talvez, um dia, a gente se reencontre com outros olhos e dê certo. Ou não, e vai ficar por isso mesmo. Mas, por enquanto, sigo pensando em você, confesso. Confesso também que está sendo um pouco complicado acabar com todo este sentimento que só existe dentro de mim. Mas eu tenho que seguir em frente, não é mesmo?

Eu não quero me afastar, ou algo do tipo. Não acho que seja necessário, pois eu já aceitei o fato de que nada vai acontecer, então está tudo bem. Eu sei que é difícil te esquecer de uma hora para outra, mas é mais difícil ainda ficar aqui esperando por um amor que nunca vai chegar. É difícil, é doloroso e é injusto.

É difícil te esquecer, mas é necessário.

Larissa Lisboa.

2 comentários em “Eu me flagrei pensando em você 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s