The Cure

Nada melhor do que escolher uma sexta-feira para trazer à vocês uma das bandas mais influentes da cena alternativa.

Liderado por Robert Smith, O “The Cure” é caracterizado pelo figurino e pelas letras góticas, que traziam a dramatização e o romantismo como marcas registradas do grupo.

Nos meados dos anos 80, a banda entrava para o universo mais pop, com músicas que se tornaram um hino nos seus lançamentos.

Apesar de ter nascido nos anos 90( Mais exatamente no ano de 1993, no auge do álbum Wish) Essa banda me foi apresentada na minha infância, com o clipe de “Boys Dont Cry“. Apesar do medo que esse clipe me deu quando o vi pela primeira vez, fui perdendo este medo e, mais maduro, fui entender a mensagem do clipe e da música.

Não podemos deixar de destacar “Friday I’m in Love”, que é um hino de otimismo e, não tem como não se alegrar ao ouvir essa música. “É improvável, é impossível” já disse uma vez Samuel Rosa, do Skank.

Então, aproveite essa sequência cativante dessa que é um dos melhores grupos dos anos 80:

 

10 – A Night Like This

9 – Lullaby

8 –  Lovesong

7 – Close to Me

6 – A Letter to Elise

5 – Boys Don’t Cry

4 – Just Like Heaven 

3 – In Between Days

2 – Pictures of You

1 – Friday I’m in Love

 

Adriano Dias 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s